Quarta-feira, 15 de Abril de 2009
publicado por JN em 15/4/09

“Maddie”, o documentário com que a TVI transpôs para a televisão o livro “Maddie, A Verdade da Mentira”, de Gonçalo Amaral, abre um novo mercado na TV nacional. Outros documentários sobre assuntos de actualidade vêm sendo produzidos de há dez anos a esta parte, nomeadamente pela dupla Joaquim Vieira/Felícia Cabrita. Mas este é diferente.


Do ponto de vista jornalístico, tem limitações: abre pouco espaço (ou não abre espaço) ao contraditório. Do ponto de vista do espectáculo de TV, porém, chega onde nunca se chegara. A realização de Carlos Coelho da Silva é ágil, o guião de Nuno Ramos de Almeida é seguro – e a excelente direcção de actores faz o resto. É, a bem dizer, o nosso primeiro “Toda a Verdade”. Vai fazer escola. Só é preciso que apareçam mais casos – e, com a TVI, o mais fácil é aparecerem casos.

É como laboratório para a análise da exposição mediática, porém, que “Maddie” tem mais interesse. No essencial, tudo o que ali está já estava no livro, que vendeu milhares de exemplares e terá sido lido pelo menos por algumas centenas de pessoas. Desta vez, no entanto, a história chegou a 2,2 milhões. E uma boa parte delas, seguramente, acabou com a mesma pergunta que eu: “Como é possível que, com todo aquele meses, todos aqueles meios e todas aquelas convicções, a investigação não tenha conseguido sustentar devidamente uma tese para levar a tribunal?

“Maddie” é uma lição sobre a Justiça e as suas limitações. E Gonçalo Amaral não sai airosamente da contenda.


CRÍTICA TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 15 de Abril de 2009

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui