Segunda-feira, 1 de Março de 2010
publicado por JN em 1/3/10

A avaliar pelo original britânico, As Crianças Estão Certas, que a RTP1 estreia em finais de Março, parece apenas uma variação do velho Sabe Mais Que Um Miúdo de 10 Anos?. Mas é mais do que isso: é uma variação de todos os concursos de cultura geral feitos até hoje, em linha com a longa série de reciclagens-e-reconfigurações que os produtores vão engendrando para não cansar o espectador.


Vistos os últimos trinta anos, já tivemos de tudo: concursos com e sem crianças, concursos com e sem famílias, concursos em que um só concorrente enfrentava uma plateia toda e em que dois concorrentes se enfrentavam um ao outro, programas que faziam desfilar 50 perguntas e concursos que durante meia hora não faziam mais de duas ou três, programas em que a ideia era mesmo testar a cultura geral dos portugueses e programas em que não se pretendia outra coisa senão proporcionar um espectáculo divertido. Basicamente, ia tudo dar ao mesmo.

De todos, o melhor foi provavelmente O Elo Mais Fraco. Em pouco mais de 20 minutos, os concorrentes eram colocados perante dezenas de perguntas das mais diversas áreas, sempre sem reduzir a cultura geral à actividade “dos famosos” ou à actualidade comezinha. Depois, nunca era preciso passar dez minutos à espera de conferir uma resposta. Nem sequer cinco, ou três, ou mesmo um minuto: um instante bastava – e, no entanto, não deixava de haver expectativa, abismo e ansiedade.

Como apreciador do género, gostava de ver regressados esses formatos mais clássicos, sem grandes artifícios ou disfarces. Mas o mais provável é que as pessoas efectivamente não tenham o mínimo desejo de testar a sua cultura geral.


CRÓNICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 1 de Março de 2010

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui