Domingo, 28 de Fevereiro de 2010
publicado por JN em 28/2/10

E, pronto, aí está a primeira grande medida de Júlia Pinheiro como directora de Formatação de Conteúdos da TVI: o lançamento, já em Março, de um programa sobre espiritismo, não por acaso apresentado pela própria. Ao que se sabe, a ideia é, com a ajuda de uma medium inglesa, colocar os “famosos” a “falar” com os seus entes queridos já mortos. Ruy de Carvalho saiu exultante de uma das primeiras sessões de gravação, garantindo que havia falado com Ruth de Carvalho, de quem ficou viúvo há dois anos. Moita Flores não quis ser tão efusivo, mas sempre foi adiantando que terá falado com a sua mãe, igualmente já falecida.


Não vou questionar o valor do espiritismo como mote televisivo, assim como não questionarei a legitimidade de programas centrados no catolicismo, no protestantismo ou em qualquer outra tradição destinada a prover os cidadãos de conforto espiritual. Mas sempre me pergunto duas coisas. A primeira é genérica: o que pode interessar, para o telespectador, num programa em que um convidado “famoso” supostamente debate a sua intimidade com o espírito de uma pessoa que amou (ou ama). A segundo é personalizada: o que motivará um actor com a imagem de Ruy de Carvalho ou um escritor (e político) com a carreira de Moita Flores a exporem-se àquilo que, provavelmente, será apenas mais uma etapa na nossa já longa odisseia pelos domínios da trash TV?

Percebê-lo é única expectativa quanto ao dito programa, aliás com título ainda provisório (Evidências). Quanto ao resto, fica a esperança de que, apesar do absurdo da proposta, o formato consiga alcançar um mínimo de dignidade. Por esta altura, não é fácil acreditar nisso.


CRÓNICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 28 de Fevereiro de 2010

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui