Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009
publicado por JN em 26/11/09

O problema da actual medição de audiências da Marktest, em que a própria quer agora introduzir mudanças, não é apenas o facto de deixar de fora, entre outros, os mais de meio milhão de assinantes Meo. O problema é que essas 500 mil pessoas têm um perfil diferente. Vêem televisão de maneira diferente – e, provavelmente, gostam de televisão diferente também.


Talvez os futuros números, obtidos a partir do momento em que a IPTV, o satélite e a nova TDT passem a ser auditados, não sejam muito diferentes dos de hoje. Mas, a avaliar pelas reacções da RTP e da TVI, manifestando-se ostensivamente contentes com as medições hoje existentes, o mais provável é que as diferenças ainda tenham significado. Dos canais generalistas, e tirando a RTP2, é a SIC quem tem mais expressão no segmento “culto” (o tipo de TV que mais se apropria a visionamentos alternativos) – e talvez seja ela quem mais tem a ganhar com novos estudos. Pode estar muito dinheiro de publicidade em jogo.

E, no entanto, este salto é apenas parte da solução. Fica ainda por resolver o problema da Internet, tanto em relação aos sites de partilha de ficheiros, como aos sites oficiais das estações. Por outro lado, os próprios canais terão de encontrar solução para a incrustação de publicidade na TV gravada e/ou partilhada na web. Estamos no início de tudo – e a nova Hybrid Broadacst Broadband, embora já chamada de “futuro”, ainda será só o “futuro próximo”.


CRÓNICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 26 de Novembro de 2009

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui