Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009
publicado por JN em 1/10/09

A chegada de Ronaldo à televisão americana também é uma vitória de Cristiano ele próprio. Uma simples referência numa série parece pouca coisa, mas não é: muitas vezes são as menções assim, feitas num tom aparentemente marginal (e sem a intenção óbvia de “criar” uma estrela) que mais efeitos têm sobre o telespectador. Mais do que isso: Gossip Girl (SIC e AXN) é uma reflexão sobre a fama, a moda, as novas elites e, de alguma forma, a cultura pop. E foi Cristiano o referido por Serena como “namorado de luxo” – não foi Messi, nem Kaká, nem Robinho, nem sequer Beckham.


Mas a referência a Ronaldo é, em primeiro lugar, uma vitória do futebol, não de Cristiano ele próprio. Que uma série americana de primetime possa citar um futebolista como ícone popular global (mas verdadeiramente global, incluindo a América) é sinal de que o chamado beautiful game começa efectivamente a ter provimento nos Estados Unidos. E isso, por esta altura, é mérito de um homem acima de qualquer outro: David Beckham. Foi ele quem, em pleno século XXI, se empenhou em reintroduzir o futebol nos EUA – e foi ele, aliás, quem mais resultados até hoje produziu nessa área.

Falta agora conseguir um espaço para o jogo propriamente dito. Apesar de tudo, os homens bonitos são mais fáceis de promover do que um jogo de 90 minutos que, dia sim, dia não, acaba 0-0. E a verdade é que, mais uma vez, a obra só começará a completar-se quando a TV a reconhecer.


CRÓNICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 1 de Outubro de 2009

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui