Domingo, 27 de Setembro de 2009
publicado por JN em 27/9/09

1. Há vários problemas em Um Lugar Para Viver, estreado quinta-feira na RTP1. Os aspectos mais formais (realização, genéricos, banda sonora) são um tanto datados. O casting é pouco verosímil (Rui Mendes não parece pai de João Lagarto). O texto é palavroso. E, sobretudo, as interpretações são (como tantas vezes) bastante overacting, impedindo uma passagem subtil da comédia à tragédia (e vice-versa). Mas a proposta tem graça: uma família enorme regressa de França a Portugal, o aparente novo el dorado da Europa – e, entretanto, ameaça passar a vida pelo país a fugir à polícia, com uma avó morta numa arca congeladora, dois primos envolvidos num semi-incesto e um genro francês que fracassa em todas as suas muitas tentativas de suicídio. A ver o que sai dali.


 


2. Sugeria ontem o meu camarada Nuno Azinheira, a propósito dos meus reparos ao facto de a RTP estrear de uma assentada três novos concursos de talentos, que a minha intenção mais profunda era exigir à RTP o cumprimento de um suposto papel de educador. Nada podia estar mais longe das minhas intenções – e, aliás, da forma como vejo a televisão e (de resto) o mundo. Simplesmente, não me esqueço de que qualidade e diversidade são dois princípios centrais na job description do serviço público de TV. Ora, três concursos parecidos parece-me respeitar pouco o da diversidade – e o facto de serem todos de talentos (e tendo em conta a nossa experiência na área) facilmente porá em causa também o da qualidade.


CRÍTICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 27 de Setembro de 2009

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui