Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009
publicado por JN em 21/9/09

Eu podia escrever esta crónica mês sim, mês não. Como não quero ser maçador, decidi escrevê-la de seis em seis meses. A última vez que o fiz foi a meados de Fevereiro. Entretanto, já passaram mais de sete meses. Portanto, peço desde já desculpa aos leitores (e telespectadores) pela falta. Cá vai.


Três anos depois, continuamos sem verdadeira IPTV em Portugal. Ainda esta semana o Meo anunciou o serviço Catch Up, que representa mais um passo para a consolidação da televisão digital em Portugal. E, no entanto, o mais importante continua a faltar: menus de programação actualizados.

Repito: os menus são o verdadeiro sustentáculo da IPTV. É neles que assenta tudo: a IPTV, a Smart TV, o Video-On-Demand, o Pay-Per-View. Só com os menus actualizados se pode pesquisar, pormenorizar as informações, mandar gravar. E tanto o Meo como a Zon (ou melhor: sobretudo a Zon, mas também o Meo), os dois principais operadores, continuam com enormes deficiências nesse domínio.

Há canais que nem programação têm. Há outros que têm programação, mas não têm ficha técnica. E há outros que têm tudo isso, mas não estão indexados ao motor de pesquisa. Basicamente, não permitem a IPTV. Permitem gerir a imagem em contínuo, permitem gravar aquilo que se detectou – mas não permitem mais nada.

Enquanto isto persistir, pode-se lançar os serviços que se quiser (e o Catch Up, por exemplo, é excelente), mas o essencial continua por cumprir. O essencial do contrato com os clientes, note-se.


CRÓNICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 21 de Setembro de 2009

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui