Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010
publicado por JN em 22/1/10

É costume dizer-se que o golfe não tem adeptos, mas apenas jogadores – e, até certo ponto, isso é verdade. E, porém, há algo numa transmissão televisiva da modalidade que a torna capaz de chegar a toda a gente. Para um golfista, cada pancada é uma vertigem – um abismo monumental, um stress difícil de explicar a um não conhecedor. Para um curioso é, apesar de tudo, um momento de pausa – um instante de descontracção, o calmante ideal para uma noite de insónia.


Pois o golfe torna-se hoje na primeira modalidade desportiva a dispor de um canal português exclusivamente dedicado à sua actualidade. As razões por que isso acontece são interessantes. Por um lado, e apesar de tratar-se de um nicho de mercado (há apenas 15 mil praticantes em Portugal), o seu público televisivo é fidelíssimo. Por outro, e apesar de vivermos tempos de crise, o Governo considera o turismo de golfe um sector estratégico para o país, o que transforma o novo canal ao mesmo tempo num contributo para esse desígnio nacional e num serviço que dele se alimenta.

Entretanto, e para os golfistas, trata-se da notícia do século. O SportTV Golfe, no ar a partir de hoje, é bilingue, o que não deixa de ser novidade relevante. Mas, sobretudo, trará todos os circuitos que interessam, centrando 80% da antena nas transmissões do PGA Tour, do European Tour, do LPGA Tour, do Champions Tour e de uma série de outros circuitos de homens, senhoras e veteranos, incluindo todo o Grand Slam, os torneios dos World Golf Championships e as grandes competições colectivas. Dizem os seus responsáveis que se trata de um dos melhores canais do mundo a nível de conteúdos golfísticos. Não vai ser fácil contestá-lo.


CRÓNICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 22 de Janeiro de 2010

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui