Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009
publicado por JN em 3/12/09

Portugal de Olhos Em Bico, a nova aposta da TVI para os fins de tarde de domingo, é tão mau, tão absurdo e tão ridículo que chega a ter graça. José Pedro Vasconcelos fala mal português, mas tem piada e sentido de timing humorístico. Yoshi e Mr. Fu, os japoneses que co-apresentam o programa, são provavelmente os dois maiores cromos da história recente da nossa televisão. E os jogos são tão desconchavados e paradoxais que quase parecem mentira.


No Japão, concursos assim são sinal do declínio de uma sociedade que perdeu a capacidade de divertir-se e precisa urgentemente de libertar a energia contida que poderá levá-la ao suicídio (ou à implosão). Aqui, pode perfeitamente ser uma espécie de toque a reunir contra o último degrau de um declínio semelhante, com epicentro precisamente na televisão. Bem vistas as coisas, este podia ser o mais importante programa da TV nacional desde Big Brother.

O problema é que se dinamita a si próprio quando, lá pelo meio, se permite um segmento de “perguntas de cultura geral”. Por alguma razão disparatada, todos os concurso da televisão portuguesa têm de ter um. Só que uma série de pessoas dizendo que não fazem “a mínima ideia” de qual é a capital do Japão ou que nove vezes nove “são quarenta e nove” não é a televisão a rir-se de si própria: é a televisão a rir-se do país. E isso já nós tínhamos antes, de resto sem grandes resultados práticos.


CRÍTICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 3 de Dezembro de 2009

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui