Sábado, 29 de Agosto de 2009
publicado por JN em 29/8/09

A espécie humana, já se sabe, é invejosa – e quando um homem como José Rodrigues dos Santos se reclama escritor, por exemplo, essa inveja vem de imediato ao de cima. José Rodrigues dos Santos, o jornalista, pode escrever os livros que quiser. José Rodrigues dos Santos, o pivot de televisão, pode vender os exemplares que quiser. José Rodrigues dos Santos, o repórter de guerra, pode dedicar à escrita quanto do seu tempo livre quiser. O facto é que nunca passará disso: de um jornalista, de um repórter de guerra, de um pivot de televisão. Escritor, não será.


De forma que, quando José Rodrigues dos Santos arrancou com um novo programa de entrevistas na RTP-N, foi a isso que nos agarrámos. “Conversas de Escritores?” Portanto: conversas de “vários” escritores, ou “entre” escritores, pressupondo que José Rodrigues dos Santos também o é? “Que vaidoso”, suspirámos. Vaidoso e, aliás, ignorante, se em pleno Telejornal é capaz de antecipar a entrevista dessa mesmo noite com Hubert Reeves dizendo que se trata do “Carl Sagan da Europa”, quando Reeves é canadiano.

Tiro ao lado, como sempre. Pode-se gostar ou não de José Rodrigues dos Santos – o facto é que se trata de um escritor. Agora, é mais difícil de aceitar que o pivot do Telejornal use a antena desse Telejornal para promover um programa vocacionado para a deificação da sua pessoa que, entretanto, conseguiu garantir noutro canal do grupo. Principalmente quando esse grupo é público.


CRÍTICA DE TV ("Crónica TV"). Diário de Notícias, 29 de Agosto de 2009

1 comentário:
De MC a 30 de Agosto de 2009 às 21:53
Muita atenção que o astrofísico canadiano Hubert Reeves é, desde 1966, Director de pesquisas no Centre National dela Recherche Scientifique em Paris, onde tem vivido.

Comentar post

Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui