Domingo, 13 de Setembro de 2009
publicado por JN em 13/9/09

Podia o golfe pôr-se a salvo da fúria mística que varre o mundo? Não podia. E, portanto, também ele tem o seu horóscopo, os seus mapas astrais e, por cima, a bênção do Zodíaco. Esta semana mergulhámos nos astros e na sua suposta influência sobre os diferentes golfistas (e respectivos desempenhos). Lemos horóscopos europeus e americanos, comparámos as previsões de astrólogas de nome “Krystal” e de bruxos chamados “Satyrn”, encontrámos os máximos denominadores comuns entre todos os textos e fundimos tudo num só – sem citar nada nem ninguém, o que foi o mais divertido de tudo. No fim, saiu uma coisa que parece meio no gozo. Mas isso é só porque nós somos uns cépticos empedernidos. Na verdade, está lá tudo o que interessa. Em princípio. E se ainda puder mudar de signo, fique já a saber: vá para Sagitário.


 


Carneiro

(21 de Março-20 de Abril)

Você é como um carneiro à espera da matança: uma marca lança um novo ferro, uma nova madeira ou uma nova luva e lá está o cavalheiro a desembolsar boa vontade. A questão é que é precisamente esse o seu encanto: o empenho, o desejo de levar o seu jogo a um outro nível e a disponibilidade para apostar dez euros mesmo tendo só cinco na carteira.

PREVISÃO PARA SETEMBRO Um amigo (ou uma revista da especialidade, os astros não são claros) vai propor-lhe uma viagem de golfe que, uma vez concluída, parecerá ter resolvido todos os problemas do seu swing. Mas tenha cuidado: se se esforçar demais, vai rasgar um músculo e ser obrigado a ficar no estaleiro durante várias semanas . Forças Caramba, isso é tudo espírito competitivo? Fraquezas SOS, emoções fora de controlo. Taco da sorte Qualquer taco da marca Ram (mas é claro que não é publicidade, afinal onde é que ainda se encontra alguma coisa da Ram hoje em dia?). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Tommy Bolt, JoAnne Carner, Seve Ballesteros, Davis Love III e Mark Brooks.


 


Touro

(21 de Abril-20 de Maio)

Nativo de Touro, já se sabe, é determinado e audaz. Às vezes parece um bocado teimoso, é certo. Mas a questão é esta: nenhum outro golfista se “agarra” tanto ao jogo, disputando-o até que o último putt, enfim, se afunde no copo. Curiosidade: de acordo com o serviço de estatística do Zodíaco, é precisamente no signo Touro que mais ocorrem eagles 2.

PREVISÃO PARA SETEMBRO Vocês, “touros” (desculpem, é o Zodíaco que vos chama assim, não nós) andam a abusar da mão direita no downswing. Ou batem a bola “gorda”, e portanto curta, ou acabam sempre nas árvores da esquerda, à procura dela. Invista mais na mão esquerda, que é quem verdadeiramente manda. E, se for senhora, compre uma madeira 9 e reforme de vez o ferro 5. Forças Grande tenacidade, grande poder físico. Fraquezas O problema é que você não é tão bom quanto pensa... Taco da sorte Todos os ferros longos (incluindo a “cana de pesca”, aparentemente). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Harry Vardon, Johnny Miller, Hal Sutton, Jim Furyk e Stewart Cink.


 


Gémeos

(21 de Maio-20 de Junho)

Não há signo mais esquizofrénico, diz o sr. Zodíaco – e essa esquizofrenia também se verifica no golfe. Um nativo de Gémeos quer ser criativo de manhã e à tarde já está cheio de vontade de ser convencional; joga de forma ousada no buraco 10 e no buraco 16 já é o mais ponderado de todos. Quando calha bem, há birdie. Quando calha mal, claro, há out of bounds.

PREVISÃO PARA SETEMBRO Os “Gémeos” encontrar-se-ão recorrentemente, este mês, em duas encruzilhadas clássicas: que ferro jogar quando estão “entre ferros”; e tentar ou não um longo carry sobre a água. Respostas simples e práticas: use o ferro mais longo e faça um swing suave; e não se meta em loucuras, caramba, mesmo que o seu parceiro de jogo o desafie a isso. Mas você acha mesmo que ele só deseja o seu bem, é? Forças Mesmo não o sabendo ainda, você tem condições para jogar tanto à dextra como à canhota. Fraquezas Naturalmente, é um indeciso patológico... Taco da sorte O ferro 5 (talvez o 6, os próprios astros não têm a certeza). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Sam Snead, Billy Casper, Gene Littler, Calvin Peete e Mark Calcavecchia.


 


Caranguejo

(21 de Junho-21 de Julho)

Um dissimulado, você? Dizem os astros que sim: que é dissimulado e que é sonso. Que quer mais ganhar o torneio do que qualquer outra pessoa em campo – e que, aliás, está sempre a torcer por dentro para o parceiro pôr a bola out of bounds. (Credo, que pessoa horrível você é!)

PREVISÃO PARA SETEMBRO Um dos seus parceiros de jogo vai aparecer em campo com um novo driver – um taco belíssimo, com uma cabeça gigante, com o qual ele baterá a bola para mais longe do que o lugar para onde você foi passar as últimas férias. A certa altura, olhará para si: “Não queres experimentar?” Não experimente, pois vai passar por baixo da bola e deixar o taco cheio de “neve no telhado”, para sua grande vergonha. E, pronto, é isto que o Zodíaco tem para si este mês… Forças A habilidade para encontrar uma porta de saída mesmo quando se encontra completamente encurralado. Fraquezas O golfe links (a verdade é que acaba sempre a jogar nas dunas). Taco da sorte Sand wedge (porque será?). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Babe Zaharias, Billy Casper, Colin Montgomerie, Juli Inkster e Adam Scott.


 


Leão

(22 de Julho-22 de Agosto)

Os “leões” (mesmo os benfiquistas e os portistas, note-se) são altivos e elegantes. Vaidosos, tomam muito cuidado com o seu aspecto e com a forma como andam em campo, imprimindo um certo estilo à marcha. Problema: jogar golfe é acertar na bola, não passear os tacos...

PREVISÃO PARA SETEMBRO Este mês é muito perigoso jogar consigo – as suas bolas saem à direita e à esquerda, mas nunca pelo meio. Pratique a palavra “Fore!” antes de sair de casa (pode usar o duche, que o Zodíaco diz que faz efeito na mesma). Tome especial cuidado com jogadores vestidos de vermelho ou cor-de-rosa (jogue apenas quando estiverem fora da sua linha, se não ainda lhes acerta). E não vale fazer piadas com o facto de a sua sogra ter o hábito de jogar de cor-de-rosa… Forças Um coração-de-leão nunca desiste! Fraquezas Quando lhe dá para o hook, é um ai-jesus... Taco da sorte As madeiras de fairway (lofts não especificados pelo mapa astral). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Ben Hogan, Doug Sanders, Brad Faxon, Dottie Pepper e Billy Mayfair.


 


Virgem

(23 de Agosto-22 de Setembro)

Nativo de Virgem é forte, apesar de ser fraco; competitivo, apesar de ser desleixado; preciso, apesar de ser falível. Quer dizer: temos quase a certeza de que é isso que os mais de 10 mapas que consultámos queriam dizer. Na verdade, os astrólogos (ou seriam os próprios astros) pareciam extremamente ocupados a encontrar uma forma de criticar o signo sem colocar em causa “El Rei” Arnold Palmer. Quem pode censurá-los?

PREVISÃO PARA SETEMBRO Nem cá nem lá; nem dentro nem fora; nem presente nem ausente. É um mês difícil para si. No trabalho, as poeiras viraram entropias. Em casa, as entropias viraram problemas. Felizmente, os astros têm uma solução para si: leve um par de bananas e coma-as no 7º ou no 12º buraco (mas nunca no 13º, no 14º ou no 15º). Como assim, não estar “a perceber a relação”? Forças Os verdadeiros “virgens” nunca cedem à tentação. Fraquezas Volta e meia damos por si nas marcas das senhoras, o que é algo embaraçoso para o segundo shot de um homem. Taco da sorte Madeira 7 (já não são fáceis de encontrar, tente no eBay). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Arnold Palmer, Tom Watson, Raymond Floyd, Lee Janzen e Rich Beem.


 


Balança

(23 de Setembro-22 de Outubro)

Diz o Zodíaco que os nativos de Balança são charmosos, íntimos e sensíveis. Possuem um grande sentido de justiça – e, portanto, não vão nunca dropar a bola mais perto do buraco, “encontrá-la milagrosamente” numa eira de dois metros quadrados entre as árvores ou mesmo roubar uma pancadinha na contagem final. Parece pouco mas, quando se conhece o género humano, já é alguma coisa.

PREVISÃO PARA SETEMBRO Ah, “Balanças”, “Balanças”… O pessoal do equilíbrio. Era tão bom tê-lo, não era? Pois não será este mês. Em Setembro, você vai começar a meter os drives e no mesmo momento perder o putting; depois começará finalmente a acertar no green, mas não acertará mais nenhuma no scramble. Parece que há por aí um mega shank em perspectiva, mas o Zodíaco não consegue adiantar o dia. Forças desportivismo; bom stance. Fraquezas Às vezes você é demasiado descontraído para o seu próprio bem (e o pior é que, por mais que tente, não consegue evitá-lo). Taco da sorte Putter (daqueles com pesos de ambos os lados, claro…). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* John Cook, Larry Mize, Fred Couples, Ernie Els e Laura Davies (o mapa não esclarece bem se Laura Davies “é” Balança ou “precisa de uma” balança…).


 


Escorpião

(23 de Outubro-21 de Novembro)

Um “Escorpião” demora a zangar-se, mas quando se zanga pode ser para a vida. O mesmo no campo de golfe. Na maior parte do tempo, os resultados são menos importantes, para um nativo de Escorpião, do que a camaradagem e o desportivismo. Mas experimentem meter-se com ele e verão…

PREVISÃO PARA SETEMBRO O seu putting está pior do que nunca, portanto mais vale operar uma mudança. Pode tentar a pega invertida, mas o ideal será tentar um belly putter com a pega em garra. Se mais nada funcionar, então experimente passar uma semaninha no putting green, que provavelmente era o que precisava desde o início. Forças Uma tremenda intuição para o momento em que é preciso matar o jogo. Fraquezas Uma certa tendência para a auto-destruição. Taco da sorte Ferro 2 (fundamental acertar na bola). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Bobby Locke, Gary Player, Chi Chi Rodriguez, Corey Pavin e David Duval (a propósito de “tendência para a auto-destruição”, isto é).


 


Sagitário

(22 de Novembro-21 de Dezembro)

Inquietos e insatisfeitos, os nativos de Sagitário, já se sabe, são também desconcentrados, facilmente aborrecíveis e, muitas vezes, improdutivos. Mas são honestos – e, quando estão num campo de golfe, não estão a pensar em estar em mais lado nenhum, embora pareça que estão. É o que dizem os astros, pronto.

PREVISÃO PARA SETEMBRO “Sagitarianos”, alegrai-vos, que este é o vosso mês. Nem sequer percam tempo a pensar demasiado nos shots: é agarrar no taco e dar-lhe com força (“grip it and rip it”, como se diz na América). Dizem os astros que as próximas seis semanas serão a vossa melhor época de golfe este ano. Portanto, vão continuar a ler esta tontice toda até ao fim ou vão fazer-se de imediato à estrada, caramba? Forças Um voo de bola regra geral direitinho como uma seta. Fraquezas Um braço esquerdo com tendência para a chicken wing. Taco da sorte Madeira 3. Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Walter Hagen, Lee Trevino, Tom Kite, Rocco Mediate e Steve Elkington.


 


Capricórnio

(22 de Dezembro-20 de Janeiro)

Não vale a pena pormo-nos com coisas: se efectivamente há um signo do Zodíaco mais apropriado ao golfe do que outro, então esse signo tem de ser o signo de Tiger Woods. É tal a qualidade do californiano que, bem vistas as coisas, devem ser os astros a vergarem-se à sua vontade (e não o contrário). Dizem os astrólogos que se trata de “consistência”. Talvez devamos chamar-lhe apenas “génio”…

PREVISÃO PARA SETEMBRO O seu pitching vai perder alguma precisão, pelo que deve pegar no taco mais em baixo e reduzir o swing para 3/4. Entretanto, e se der por si a jogar um match play com alguém com a letra R no nome, tome cuidado com a tentação dele para melhorar o lie da respectiva bola. Há coisas das quais nem o facto de ser do signo do Tiger Woods pode salvá-lo... Forças Qualquer campo lhe serve (nenhum lhe mete medo). Fraquezas A teimosia e a persistente recusa dos bons conselhos. Taco da sorte Mas desde quando é que você acredita na sorte? Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Ben Crenshaw, Paul Azinger, Nancy Lopez, Tiger Woods e Sergio Garcia.


 


Aquário

(21 de Janeiro-19 de Fevereiro)

Como “aquariano” (palavrinha adorável esta), você é curioso e cerebral. O golfe atrai-o na exacta medida em que o atraem todos os outros grande mistérios que a simples razão humana não consegue desvendar. Por outro lado, a sua determinação e a sua atenção à mecânica deixam-no sempre um passo à frente do evoluir do jogo.

PREVISÃO PARA SETEMBRO O número 7 terá especial significado para si este mês. O buraco 7, o ferro 7, a madeira 7, o stroke index 7, um adversário cujo handicap acabe em 7 e, naturalmente, um 7 no seu cartão de jogo – há que ter atenção a tudo isso. Se for ao Japão (e esta informação é mesmo muito importante), tenha cuidado: não aposte um só euro contra um fumador da marca Mild Seven. Forças O seu chipping está no ponto. Fraquezas As grandes massas de água vão sentir-se inexplicavelmente atraídas por si. Taco da sorte O driver (sobretudo para medir distâncias de dois tacos…). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Byron Nelson, Jack Nicklaus, Curtis Strange, Greg Norman e José Maria Olazábal.


 


Peixes

(20 de Fevereiro-20 de Março)

Um nativo de “Peixes”, é dos livros, não está para seguidismos: nasceu para líder ele próprio. Portanto, se toda a vida ele tem remado contra ventos e marés, não há-de ser no campo de golfe que deixará de fazê-lo também. Nem sempre as coisas lhe correm bem. Mas a verdade é que não há mais ninguém com um coração da dimensão o seu…

PREVISÃO PARA SETEMBRO Neptuno é dado a truques e manhas, portanto esteja preparado para maus bounces e piores kicks. Considere bater a madeira 3 a partir do tee, porque o seu driver parece estar a desenvolver uma relação sentimental com a água. Entretanto, porém, não deixe de ir para o campo bem munido de bolas… Forças Mantenha os olhos no chão ao bater a bola e não terá nunca razões para temer o que quer que seja (mas mantenha-os no chão, por favor). Fraquezas Facilmente apanhado pelo slice. Taco da sorte O chipper (já não se usam há 30 anos, mas os astros lá terão as suas razões…). Grande jogadores em cujo ombro pode ir chorar, pois hão-de estar igualmente aflitos (tirando que sabem mesmo jogar golfe)* Bobby Jones, Tom Lehman, Michael Campbell, Vijay Singh e Steve Stricker…


* contanto ainda estejam vivos


FEATURE. J, 13 de Setembro de 2009

tags:
Joel Neto


Joel Neto nasceu em Angra do Heroísmo, em 1974, e vive entre o coração de Lisboa e a freguesia rural da Terra Chã, na ilha Terceira. Publicou, entre outros, “O Terceiro Servo” (romance, 2000), “O Citroën Que Escrevia Novelas Mexicanas” (contos, 2002) e “Banda Sonora Para Um Regresso a Casa” (crónicas, 2011). Está traduzido em Inglaterra e na Polónia, editado no Brasil e representado em antologias em Espanha, Itália e Brasil, para além de Portugal. Jornalista de origem, trabalhou na imprensa, na televisão e na rádio, como repórter, editor, autor de conteúdos e apresentador. Hoje, dedica-se sobretudo à crónica e ao comentário, que desenvolve a par da escrita de ficção. O seu novo romance, “Os Sítios Sem Resposta”, sai em Abril de 2012, com chancela da Porto Editora. (saber mais)
pesquisar neste blog
 
arquivos
livros de ficção

"Os Sítios Sem Resposta",
ROMANCE,
Porto Editora,
2012
Saber mais


"O Citroën Que Escrevia
Novelas Mexicanas",
CONTOS,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui


"O Terceiro Servo"
ROMANCE,
Editorial Presença,
2002
Saber mais
Comprar aqui
outros livros

Bíblia do Golfe
DIVULGAÇÃO,
Prime Books
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Banda Sonora Para
Um Regresso a Casa
CRÓNICAS,
Porto Editora,
2011
Saber mais
Comprar aqui


"Crónica de Ouro
do Futebol Português",
OBRA COLECTIVA,
Círculo de Leitores,
2008
Saber mais
Comprar aqui


"Todos Nascemos Benfiquistas
(Mas Depois Alguns Crescem)",
CRÓNICAS,
Esfera dos Livros,
2007
Saber mais
Comprar aqui


"José Mourinho, O Vencedor",
BIOGRAFIA,
Publicações Dom Quixote,
2004
Saber mais
Comprar aqui


"Al-Jazeera, Meu Amor",
CRÓNICAS,
Editorial Prefácio
2003
Saber mais
Comprar aqui